quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Fotocópias

Numa empresa portuguesa, por causa das fotocópias, foi emitida a seguinte circular:

Caros Colegas:

Pede-se encarecidamente ao pessoal da Empresa, que no momento de solicitar fotocópias ao colega da REPROGRAFIA, Sr. João, o façam de uma forma clara e objectiva, completando as frases que escreverem. Acontece que os 'post it' adjuntos aos documentos por fotocopiar, e os pedidos escritos, têm causado problemas ao nosso colega de trabalho que nos faz o favor de tirar as cópias, chegando ao extremo de criar problemas conjugais. Como exemplo, citamos algumas notas de 'post it' encontradas nos bolsos do nosso colega pela sua esposa:

- João!... faz-me como o fizeste da outra vez!

-João!... dá-me duas, rapidinho!

- João!... pelos dois lados... e presta atenção que por trás tem que ficar tudo.

- Por favor, João!... primeiro a mim, que estou aflita.

- Quando tirares, faz com que se veja o melhor possível.

- Pode ser sem pressa, mas que fique bem feito!

- João!... urgente! Podes meter-me no meio sem que ninguém perceba e fazer rapidinho?

- João! ... Pode ser pela frente e por trás. Se não conseguires, dá-me duas separadas.

- Então, João, quando é que me fazes o trabalhinho? Estou a ficar aflita.

Percebem agora a GRAVE situação que se encontra o nosso colega???

terça-feira, 5 de agosto de 2008

A manteiga erótica

Três homens bebendo num bar começam a falar sobre o que fizeram na noite anterior com suas mulheres.

O italiano diz:
"A noite eu fiz massagem na minha esposa em todo o corpo com um azeite de oliva finissimo, logo fizemos amor apaixonadamente e ela gritou por 5 minutos sem parar."

O Frances, para não ficar atrás , diz:
"A noite eu fiz massagem na minha mulher em todo o corpo com um azeite afrodisiaco especial e logo fizemos amor , e ela gritou durante 15 minutos seguidos."

O brasileiro então diz:
“Isso não é nada, a noite eu fiz massagem na minha esposa com uma manteiga especial, acariciei todo o corpo com a manteiga, logo fizemos amor e a minha mulher gritou durante 2 horas seguidas."

O italiano e o frances , assombrados, perguntam:

"Duas horas !!!! Que fenômeno, como é que você conseguiu com que ela gritasse por tanto tempo?? "

“ Limpei as mãos na cortina !!!!"

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Galo Velho

Após este longo período afastada do blog, voltei completamente adaptada à vida dos terráqueos. Estou orgulhosa de ter conseguido aprender a língua destas pessoas que habitam o tal Brasil.

Pois bem, estes brasileiros adoram me mandar por e-mail muitas coisas engraçadas, não só brasileiros, portugueses também. Como eu não sou egoísta compartilharei com os meus leitores destes momentos de descontração. Aí vai uma primeira história, esta eu recebi de um amigo da cidade de Passo Fundo no Rio Grande do Sul:



O fazendeiro resolve trocar o seu velho galo por outro que desse conta das inúmeras galinhas. Ao chegar o novo galo, e percebendo que perderia as funções, o velho galo foi conversar com o seu substituto:

- Olha, sei que já estou velho e é por isso que meu dono o trouxe aqui, mas será que você poderia deixar pelo menos duas galinhas para mim?

- O que é isso, velhote?! Vou ficar com todas.
- Mas só duas... Ainda insistiu o galo.
- Não. Já disse! São todas minhas!
- Então vamos fazer o seguinte, propõe o velho galo, apostamos uma corrida em volta do galinheiro. Se eu ganhar, fico com pelo menos duas galinhas. Se eu perder, são todas suas.

O galo jovem mede o velho de cima em baixo e pensa que, certamente, ele não será capaz de vencê-lo.
- Tudo bem, velhote, eu aceito.
- Já que, realmente minhas chances são poucas, deixe-me ficar vinte passos à frente, pediu o galo.

O mais jovem pensou por uns instantes e aceitou as condições do galo velho.
Iniciada a corrida, o galo jovem dispara para alcançar o outro galo. O galo velho faz um esforço danado para manter a vantagem, mas rapidamente está sendo alcançado pelo mais novo.

O pega a sua espingarda e atira sem piedade no galo mais jovem.
Guardando a arma o fazendeiro comenta com a mulher:
- Num tô intendendo, uai .. ! Já é o quinto galo gay que a gente compra esta semana! O filho da mãe largou as galinhas e estava correndo atrás do galo velho, vê se pode, sô!??

MORAL DA HISTÓRIA: NADA SUBSTITUI A EXPERIÊNCIA!